Pesquisar este blog

PLÁSTICA DE ABDÔMEN







PLÁSTICA DE ABDÔMEN

Toda mulher quer ter uma barriguinha esticada para poder usar e abusar de biquínis e blusas curtas. A cirurgia plástica de abdômen é indicada nos casos em que, além da gordura localizada acumulada a pele se encontra flácida.
Na maioria dos casos são mulheres que já tiveram filhos ou aquelas que devido a regimes severos sofrem com a flacidez nesta região. Está indicada também em pacientes que se submeteram a cirurgia de redução de estômago. Não é uma cirurgia para emagrecer, mas sim, para o remodelamento do abdômen e retirada do excesso de pele.

Recomendações Pós-Operatórias:
Evitar esforços até a liberação médica.
Evitar molhar o curativo.
Não se expor ao sol ou friagem até a liberação do seu médico.
Andar curvada, com ligeira flexão do tronco e manter passos curtos, por um período de 15 dias aproximadamente.
Salvo em casos especiais, alimentação livre a partir do segundo dia, principalmente a base de proteínas e vitaminas.
Usar cinta elástica por 30 dias aproximadamente.
Atividades que exigem maior esforço físico, como dirigir e fazer ginástica, só poderão ser retomadas após a liberação médica.

Nome técnico: Abdominoplastia ou Dermolipectomia.
Região do corpo: Abdômen.
Idade: Quando se decidiu a não ter mais filhos.
Anestesia: Raqui ou peridural.
Duração da cirurgia: Em média 2 a 3 horas.
Cicatriz: Na altura do abdômen.

Abdominoplastia - Cirurgias e Procedimentos - Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

O QUE É A ABDOMINOPLASTIA?

Procedimento em que se remove o excesso de gordura e de pele e, na maioria dos casos, restaura os músculos enfraquecidos ou separados, criando um perfil abdominal mais suave e tonificado. Ter um abdômen liso e tonificado é algo que muitos de nós se esforça para ter através de exercício físico e controle de peso. No entanto, às vezes, exercício físico e controle de peso não são suficientes para que alcancemos nossos objetivos. Mesmo pessoas com peso corporal e proporção normais podem desenvolver um abdômen protruido, frouxo e flácido. As causas mais comuns destas situações incluem:
• Gravidez,
• Envelhecimento,
• Oscilações significativas no peso,
• Hereditariedade,
• Cirurgia prévia.

A abdominoplastia é um procedimento altamente individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

A ABDOMINOPLASTIA SERÁ UMA BOA OPÇÃO PARA VOCÊ SE

• Você for saudável sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
• Você não fuma,
• Você tem perspectiva positiva e expectativas realistas sobre a cirurgia.

Embora os resultados de um procedimento de abdominoplastia sejam tecnicamente permanentes, o resultado positivo pode diminuir muito devido a oscilações significativas no peso. Por esta razão, pessoas que estão planejando perder peso substancial ou mulheres que consideram futuras gestações são aconselhadas a postergar a cirurgia de abdominoplastia.

O QUE A ABDOMINOPLASTIA NÃO VAI FAZER

A cirurgia de abdominoplastia não é um substituto à perda de peso ou a programa adequado de exercício físico. Ademais, a abdominoplastia não corrige estrias, embora possam ser removidas ou melhoradas ligeiramente se estiverem localizadas em áreas de pele adicional que será removida, em geral, nas áreas tratadas abaixo do umbigo.

O QUE ESPERAR DA CONSULTA

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

ESTEJA PREPARADO PARA DISCUTIR

• A razão pela qual quer se submeter à cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
• Condições médicas, alergia medicamentosa e tratamentos médicos prévios,
• Uso atual de medicamentos, vitaminas, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas,
• Cirurgias prévias.

O CIRURGIÃO TAMBÉM PODERÁ

• Avaliar seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
• Tirar fotos para seu prontuário médico,
• Discutir suas opções e recomendar um tratamento,
• Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

PREPARANDO-SE PARA A CIRURGIA

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
• Parar de fumar bem antes da cirurgia,
• Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

INSTRUÇÕES ESPECIAIS

• O que fazer na noite anterior e na manhã da cirurgia (tempo de jejum, medicamentos, banho),
• O uso de anestesia durante o procedimento,
• Cuidados pós-operatórios.

RISCOS E INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da cirurgia são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

POSSÍVEIS RISCOS DA CIRURGIA

• Cicatrizes desfavoráveis,
• Sangramento (hematoma),
• Infecção,
• Acúmulo de líquido (seroma),
• Riscos anestésicos,
• Má cicatrização,
• Necrose da pele,
• Dormência ou demais alterações de sensibilidade da pele,
• Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado,
• Assimetria,
• Deiscência (reabertura de uma ferida previamente fechada),
• Necrose do tecido adiposo,
• Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões,
• Dor, que pode perdurar,
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
• Fios de sutura podem espontaneamente emergir na pele, tornando-se visíveis ou causar irritação que exijam sua remoção,
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

VOCÊ PRECISARÁ DE AJUDA

Não deixe de pedir a alguém que o acompanhe e fique com você, pelo menos, a primeira noite, após a cirurgia.

O QUE ACONTECE DURANTE A CIRURGIA?

Procedimento Cirúrgico
Etapa 1- Anestesia
Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão
O procedimento completo da cirurgia de abdominoplastia requer uma incisão horizontal orientada na área entre a linha do púbis e umbigo. A forma e o comprimento da incisão serão determinados pelo grau de correção necessário. Através desta incisão, os músculos abdominais enfraquecidos são reparados e suturados, enquanto o excesso de gordura, de tecidos e de pele são removidos. Uma segunda incisão, em torno do umbigo, pode ser necessária para remover o excesso de pele na parte superior do abdômen.

Etapa 3 – Fechando as incisões
Suturas, adesivos de pele, fitas ou clipes são usados para fechar as incisões na pele.

Etapa 4 – Resultados
O procedimento de abdominoplastia irá resultar em um contorno abdominal mais suave e tonificado, ficando mais proporcional com o seu tipo de corpo e peso.
Os resultados finais podem ser inicialmente obscurecidos pelo inchaço e por sua incapacidade de ficar totalmente na vertical até que a cicatrização interna seja finalizada. Dentro de uma semana ou duas, você poderá ficar totalmente em pé e estará mais confiante com o seu novo perfil.

RECUPERAÇÃO PÓS-OPERATÓRIA

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e você pode ser envolto em uma bandagem elástica ou compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que cicatrizam. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular

VOCÊ RECEBERÁ INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS, QUE PODEM INCLUIR

Como cuidar do local da cirurgia e dos drenos, os medicamentos que tem de aplicar ou tomar por via oral para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção, e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

PERGUNTE AO CIRURGIÃO PLÁSTICO SOBRE A RECUPERAÇÃO

• Onde vou permanecer em recuperação após o término da cirurgia?
• Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
• Será necessário curativo após a cirurgia? Quando será removido?
• Os pontos serão removidos? Quando?
• Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
• Quando será a consulta de retorno?

Cirurgias abdominais prévias podem limitar os resultados potenciais de uma abdominoplastia. Em mulheres que se submeteram à cesariana, as cicatrizes existentes podem, muitas vezes, ser incorporadas à nova cicatriz.

QUAL O CUSTO DA CIRURGIA?

O custo é sempre uma consideração em cirurgia eletiva. Os honorários de um cirurgião podem variar de acordo com a sua experiência e o tipo de procedimento realizado.

O CUSTO PODE INCLUIR

• Honorários do cirurgião,
• Gastos com hospital ou centro cirúrgico,
• Honorários do anestesista,
• Exames médicos.

SUA SATISFAÇÃO VALE MAIS QUE OS CUSTOS DA CIRURGIA

Ao escolher um cirurgião plástico para a cirurgia, lembre-se de que a experiência do cirurgião e seu bom relacionamento com ele são tão importantes quanto o custo final da cirurgia.

GLOSSÁRIO

• Abdominoplastia: Procedimento cirúrgico para corrigir o excesso de pele flácida sobre o abdômen.
• Diástase: Condição em que os músculos abdominais se separaram.
• Anestesia geral: Drogas e/ou gases utilizados durante a cirurgia para aliviar a dor e diminuir a consciência.
• Hematoma: Acúmulo de sangue abaixo da pele.
• Sedação intravenosa: Sedativos administrados por injeção na veia para ajudar a relaxar.
• Lipoaspiração: Procedimento em que se aspira gordura por debaixo da superfície da pele.
• Anestesia local: Medicamento injetado diretamente no local de incisão durante a cirurgia para aliviar a dor.
• Suturas: Pontos utilizados pelos cirurgiões para manter a pele e o tecido unidos.

PERGUNTAS A FAZER AO CIRURGIÃO PLÁSTICO

Use esta lista como um guia durante a consulta:
• Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
• Você foi treinado especificamente no campo da cirurgia plástica?
• A instalação do centro cirúrgico em seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
• Quantos procedimentos deste tipo já realizou?
• Sou um bom candidato a este procedimento?
• Como ficará meu abdômen após a gravidez?
• O que se espera de mim para que os melhores resultados sejam obtidos?
• Onde e como o procedimento será realizado?
• Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda vou precisar durante minha recuperação?
• Quais são os riscos e as complicações associados a este procedimento?
• Como são tratadas as complicações?
• Quais são minhas opções se estiver insatisfeito com o resultado da cirurgia?

ABDOMINOPLASTIA OU LIPOASPIRAÇÃO : OPCÕES CIRURGIA PLASTICA NA BARRIGA

Uma barriga sequinha e chapada é o sonho de consumo de dez entre dez mulheres , principalmente após a gravidez, que embora seja um período de extrema felicidade para mulher, na grande maioria das vezes, traz consigo um impacto bastante negativo sobre a aparência da região abdominal, com o aparecimento de estrias e flacidez. Felizmente, essa situação pode ser inteiramente revertida através da cirurgia plastica barriga ou abdominoplastia, que quando associada a lipoaspiração , podem proporcionar verdadeiros milagres quando o assunto é a estética do abdomen.

Na gravidez, além do ganho de peso ( que irá resultar no acúmulo de gordura localizada posteriormente ), os músculos e a pele do abdomen sofrem estiramento devido ao súbito aumento de volume da região abdominal. Quando a capacidade de elasticidade da pele é ultrapassada, ocorre uma verdadeira ruptura em sua estrutura, que se traduzem no aparecimento de estrias e irão resultar na instalação de uma grande flacidez abdominal e excesso de pele ( já que a pele com estrias perde a capacidade de retração observada em uma pele normal).

Um processo semelhante ocorre com a musculatura da região do abdomen. Os músculos retos abdominais estão dispostos lado a lado , e atuam como se fossem uma verdadeira cinta interna, afinando a cintura e contendo todos os órgãos dentro da cavidade abdominal. Quando há um aumento repentino no volume do abdomen, seja pela gravidez ou uma grande variação de peso, pode ocorrer a chamada diástase dos retos abdominais. Diástase, significa abertura, que é literalmente o que ocorre: os músculos se distendem até o seu limite, e a partir dai eles se abrem na linha média ( diástase ) , deixando de exercer sua função de cinta interna. Com isso temos um efeito bastante semelhante à aquele observado quando se retira ou se abre uma cinta compressiva: toda a região e órgãos que estavam comprimidos se espalham, agora que não mais estão sob efeito da compressão. O resultado é uma grande protusão no abdomen e cintura, dando a impressão de um volume abdominal bem maior do que aquele puramente relacionado a existência de gordura localizada.

A plastica na barriga corrige a diastase (abertura) dos musculos abdominais, que agem como uma cinta interna. Quando os musculos se abrem, ocorre uma protusão do abomen.

A cirurgia plastica na barriga ou abdominoplastia é indicada justamente para esses casos. Sua principal função é o de deixar a pele da região abdominal esticada, ao mesmo tempo que é realizada a costura dos músculos abdominais, tratando a região abdominal como um todo, tanto a nível cutâneo, como ao nível da musculatura. Como resultado, temos uma barriga esticada e sem flacidez, devido a remoção do excesso de pele, assim como uma cintura mais fina devido a plicatura dos musculos do abdomen.É importante notar que nem todas as estrias podem ser eliminadas na plastica de barriga. Serão eliminadas apenas aquelas que se localizam dentro da área de pele que será removido no procedimento. Estrias localizadas em regiões mais altas do abdomen apenas serão reposicionadas para uma localização mais baixa, porém ainda permanecerão.

Como é feita a plastica na barriga : passo a passo do procedimento

Outra questão importante quando o assunto é cirurgia plastica na barriga se refere ao tamanho e localização da cicatriz cirúgica. O tamanho da cicatriz geralmente está relacionado ao grau de flacidez e quantidade de pele a ser ressecada do paciente. Quanto maior a ressecção de pele, maior será a cicatriz. Dentro desse contexto, temos 3 procedimentos cirúrgicos possíveis, com diferentes tamanhos de cicatriz: a abdominoplastia clássica, abdominoplastia modificada e mini abdominoplastia.

Na abdominoplastia clássica, é ressecado um fuso de pele até a região acima do umbigo, resultando em uma cicatriz final na região pubiana e inguinal que pode se estender de uma crista ilíaca a outra. Embora geralmente a cicatriz da plastica de barriga possa ser camuflada em roupas íntimas e de banho e , que a cicatriz normalmente com o passar do tempo vá se tornando mais discreta, é sempre importante lembrar que a qualidade final da cicatriz é impossível de ser prevista, já que depende em grande parte do processo cicatricial individual de cada paciente, independente da técnica cirúgica utilizada ou da habilidade do cirurgião.

Tipos Plastica de Barriga : Abdominoplastia clássica, modificada e miniabdomen

Na chamada abdominoplastia modificada, o paciente possui flacidez e excesso de pele no abdomen inferior, porém em menor grau do que aquele observado na abdominoplastia clássica, o que leva a uma ressecção de pele menor, abaixo do umbigo. Nessa situação, a cicatriz final resultante será horizontal na região pubiana, com uma pequena vertical, correspondente a antiga localização da cicatriz umbilical, que agora não foi eliminada no fuso de pele ressecado na abdominoplastia.

O terceiro caso refere-se a mini abdominoplastia, onde o paciente tem apenas flacidez no abdomen inferior, o que requer uma ressecção de pele em menor quantidade e sem alteração na localização da cicatriz umbilical. A cicatriz resultante da plastica barriga será menor, semelhante ao de uma cesárea, e localizada na região pubiana.

Deve-se notar que a determinação do melhor procedimento a ser executado, só poderá ser determinada com certeza no momento da cirurgia, após o descolamento da pele abdominal e seu tracionamento. Exatamente por isso, o paciente deve ser adequadamente esclarecido pelo eu cirurgião, quanto aos possíveis resultados de sua plastica de barriga. Todas as duvidas devem ser esclarecidas antes e nunca depois do procedimento. Um paciente esclarecido e com expectativas realistas quanto a abdominoplastia irá desfrutar de um grau muito maior de satisfação no pós operatório, do que aquele paciente desinformado e com expectativas cirúrgicas fantasiosas , impossíveis de serem alcançadas.

Por fim, devemos lembrar que a abdominoplastia apenas irá tratar a flacidez e excesso de pele no abdomen, tendo o efeito de deixar a pele da barriga esticada. Caso a paciente deseje melhorar o seu contorno corporal, deve também realizar uma cirurgia de lipoaspiração , que quando realizada juntamente com a abdominoplastia, recebe o nome de lipoabdominoplastia. Nesse caso teremos um melhor resultado estético, já que teremos o tratamento não só da flacidez abdominal, mas também da gordura localizada, proporcionando uma barriga seca e lisinha.

Se você ficou interessada na cirurgia plastica barriga, ligue na Porto da Plástica e agende sua consulta de avaliação para abdominoplastia.


Beauty Plastic é uma empresa especializada em Cirurgia Plástica Estética.
Contamos com os melhores profissionais para melhor atendê-los.
Cirurgião Plástico de São Paulo-SP e do Brasil.
End: Avenida Paulista, 1765, 13 andar sala 1314 | Cerqueira César - São Paulo - SP | Próximo Metrô Consolação
Cep: 01311-200
Tel: 11 2450-7923 - Whatsapp: (11) 99360-0450
E-mail: beautyplastic01@gmail.com
Horário: Atendimento
Segunda á Sexta: 9:00h ás 18:00h
Sábado: 9:00h ás 13:00h


ESPECIALIDADES
GINECOMASTIA
PLÁSTICA DE ABDÔMEN
PRÓTESE DE SILICONE
TRANSPLANTE CAPILAR
MASTOPLASTIA REDUTORA
LIPOESCULTURA
PLÁSTICA DE PÁLPEBRAS
CIRURGIA ÍNTIMA
PLÁSTICA DE NARIZ
COXAS
LIPOASPIRAÇÃO DA PAPADA
LIPOASPIRAÇÃO
LIFTING SOMBRANCELHAS
REJUVENESCIMENTO FACIAL
QUEIXO

CIDADES
Brasil
São Paulo
São Bernardo do Campo
São Caetano do Sul
Santo André
Diadema
Mauá
Ribeirão Pires
Suzano
Itaquaquecetuba
Barueri
Poá
Osasco
Guarulhos
ABC
SP
SBC
SCS

CIRURGIA PLÁSTICA
Cirurgia Plástica
Cirurgia Plástica Brasil
Cirurgia Plástica São Paulo
Cirurgia Plástica São Bernardo do Campo
Cirurgia Plástica São Caetano do Sul
Cirurgia Plástica Santo André
Cirurgia Plástica Diadema
Cirurgia Plástica Mauá
Cirurgia Plástica Ribeirão Pires
Cirurgia Plástica Itaquaquecetuba
Cirurgia Plástica Suzano
Cirurgia Plástica Poá
Cirurgia Plástica Barueri
Cirurgia Plástica Osasco
Cirurgia Plástica Guarulhos
Cirurgia Plástica ABC
Cirurgia Plástica SP
Cirurgia Plástica SBC
Cirurgia Plástica SCS

CIRURGIÃO PLÁSTICO
Cirurgião Plástico
Cirurgião Plástico Brasil
Cirurgião Plástico São Paulo
Cirurgião Plástico São Bernardo do Campo
Cirurgião Plástico São Caetano do Sul
Cirurgião Plástico Santo André
Cirurgião Plástico Diadema
Cirurgião Plástico Mauá
Cirurgião Plástico Ribeirão Pires
Cirurgião Plástico Suzano
Cirurgião Plástico Itaquaquecetuba
Cirurgião Plástico Barueri
Cirurgião Plástico Osasco
Cirurgião Plástico Guarulhos
Cirurgião Plástico ABC
Cirurgião Plástico SP
Cirurgião Plástico SBC
Cirurgião Plástico SCS
Cirurgião Plástico Especialista
Cirurgião Plástico de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário